Prefeitura Municipal de Seabra-BA

Siga as redes Sociais do Prefeitura Municipal de Seabra-BA

Conteúdo do Seabra-BA

Histórico Municipal

Pela Lei Estadual n.º 1.126-A, de 27-08-1915, o município de Campestre tomou a denominação de Doutor Seabra e pelos Decretos n.ºs 7.455, de 23-06-1931 e 7.479, de 08-07-1931, o município de Doutor Seabra passou a denominar-se simplesmente Seabra.

História

Em princípios do século XVII, florescendo as minas de ouro de Jacobina e de Minas do Rio de Contas, Portugal determinou a abertura de uma estrada que ligasse os dois núcleos. Essa, que cortava as terras hoje pertencentes ao município de Seabra, atraiu os primeiros povoadores, constituídos na maior parte de portugueses que aí se fixaram, organizando fazendas de criatório e lavoura. 
É da tradição oral de que o primeiro núcleo de população, nasceu no local denominado Parnaíba, também situado às margens da dita estrada real, que servia de pouso aos viajantes que o chamavam Passagem de Jacobina. 
O topônimo é uma homenagem ao Dr. Joaquim José Seabra, ex-governador da Bahia.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Vila Agrícola de Campestre, pela Lei Provincial n.º 899, de 15-05-1863, subordinado ao município de Lençóis. 
Elevado à categoria de vila com a denominação de Vila Agrícola de Campestre, pela Lei Provincial n.º 2.652, de 14-05-1889, desmembrada do município de Lençóis. Sede na antiga povoação de Vila Agrícola de Campestre. Constituído do distrito sede. Instalada em 14-12-1889. 
Elevado à condição de cidade com a denominação de Campestre, pelo Decreto Estadual n.º 491, de 22-06-1891. 
Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município já denominado Campestre é constituído do distrito sede. 
Pela Lei Estadual n.º 1.126-A, de 27-08-1915, o município de Campestre tomou a denominação de Doutor Seabra. 
Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o município de Doutor Seabra (ex-Campestre) aparece constituído de 4 distritos: Doutor Seabra, Jatobá, Parnaíba e Várzea do Caldas. 
Pelos Decretos n.ºs 7.455, de 23-06-1931 e 7.479, de 08-07-1931, o município de Doutor Seabra passou a denominar-se simplesmente Seabra. 
Pelo Decreto Estadual n.º 8.416, de 10-05-1933, é criado o distrito de João Pessoa e anexado ao município de Seabra. 
Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município de Seabra (ex-Doutor Seabra) é constituído de 5 distritos: Seabra, Jatobá, João Pessoa, Parnaíba, Várzea do Caldas. 
Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. 
Pelo Decreto-lei Estadual n.º 141, de 31-12-1943, retificado pelo Decreto Estadual 12.978, de 01-06-1944, os distritos de Jatobá, João Pessoa e Parnaíba tomaram a denominação, respectivamente, de Baraúnas, Iraquara e Esconso. 
No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 5 distritos: Seabra, Baraúnas (ex-Jatobá), Esconso (ex-Parnaíba), Iraquara (ex-João Pessoa) Jatobá e Várzea do Caldas. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950. 
Pela Lei Estadual n.º 628, de 30-12-1953, é criado o distrito de Licuri (ex-povoado), com terras desmembradas do distrito de Iraquara e anexado ao município de Seabra. Sob a mesma Lei Estadual acima citada o distrito de Esconso tomou a denominação de Iraporanga. 
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 6 distritos: Seabra, Baraúnas, Iraporanga (ex-Esconso), Iraquara, Licuri e Várzea do Caldas. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. 
Pela Lei Estadual n.º 1.697, de 05-07-1962, desmembra do município de Seabra os distritos de Iraquara e Iraponga, para constituir o novo município de Iraquara. 
Pela Lei Estadual 1.700, de 05-12-1962, desmembra do município de Seabra o distrito de Licuri. Elevado à categoria de município com a denominação de Souto Soares. 
Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Seabra, Baraúnas e Várzea do Caldas. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.
Fonte
Prefeitura Municipal